O recrutador é seu amigo.

O recrutador quer que você dê certo. Um exercício de empatia e um enxoval para busca de trabalho.


Sempre recebo feedbacks negativos das experiências dos profissionais com seus contatos em recrutamento e seleção, e agora resolvi escrever algo para facilitar a vida de todos.


As reclamações que recebo vão desde a falta de feedback quando se inscrevem para uma vaga, até reclamações mais pesadas acerca dos processos seletivos.


Sinto que os profissionais que estão buscando incansavelmente por vagas de trabalho, estão cansados de preencherem links, enormes formulários, etc., e aí eu concordo que realmente é muito desgastante, mas há que se ter paciência. Me lembra um ano e que meu filho e eu ficamos quase 3 meses tentando conseguir recursos do FIES. Era insano. E Não deu certo. O link nunca terminava bem. E não conseguimos!


E preencher telefone residencial? Não tenho, até inventar um para o formulário ir demora... e outras dificuldades do mundo da busca de trabalho e de ideais. Sei que as plataformas estão cada vez mais amigáveis, mas encontramos ainda muita dificuldade neste aspecto.


Sempre que faço um recrutamento, aliás, algo que gosto muito de fazer, peso como são incríveis as posturas de muitos candidatos. Alguns sensíveis, disponíveis, mas, muitos mostrando-se raivosos. Reclamam, cobram retorno imediato e na angústia do desemprego deixam de fazer uma autocrítica de como estão se apresentando.


Recebi e-mails cujas pessoas não se importaram em escrever uma carta, simples, de apresentação. Simplesmente diziam: -Segue meu CV. E muitos deles não estavam nem próximo das necessidades das vagas. Recebi anexos com nomes como por exemplo "baby29". Daí não tem jeito. Nem como mandar para o cliente analisar com um anexo com este nome dá, e, perfis para outros cargos, outras vagas que não tinham nada a ver com a necessidade da empresa, muitos. Cuidem da sua busca por uma vaga. Foquem nas suas experiências. Cargos que você deseja. Um CV mandado de qq jeito tem pouquíssimas chances.


Venho aqui para dizer às pessoas que estão buscando trabalho que façam um exercício de empatia com o recrutador. Compreendam que é humanamente impossível responder a mais de 100 CVs fora do perfil. Sejam cuidadosos. O recrutador tem a meta de encontrar o profissional, e é aí que eu falo, o recrutador é um amigo. Ele quer que você dê certo. Claro, estou falando aqui para uma parte das pessoas que buscam trabalho. Ressalto a bondade e gentileza de muitos candidatos.


Cuidem da sua imagem desde o primeiro contato. Preparem um enxoval de busca de trabalho, contendo CV bem escrito, com a experiência fácil de ser analisada. Façam seus Linkedins também com capricho. Hoje o Linkedin é uma das ferramentas mais poderosas no mercado de empregabilidade. Façam uma carta de apresentação objetiva e não tentem convencer o recrutador que você pode exercer uma função nova, que aprende logo. Os clientes não topam muito estas contratações. É preciso que vocês foquem em buscar trabalhos que tenham a ver com suas formações e experiências reais. Ajudem quem quer te ajudar a conquistar um trabalho.


Analisem os requisitos das vagas. Vejam quais exigências vocês não estão conseguindo entregar e aproveitem para ir atrás de mais formação.


Nas entrevistas, sejam positivos. Nenhum recrutador fica a vontade quando o candidato quase implora por um emprego, ou está demasiadamente nervoso, muitas vezes fora da experiência desejada. Não é o recrutador que vai te barrar. É o cliente final. Positividade, verdade, transparência, simpatia e boa vontade com atitudes amigáveis são componentes importantes para uma aprovação na etapa de entrevistas.


E, outra coisa, não liguem para o recrutador, ou mandem emails, perguntando se tem resposta do processo seletivo. Tenham a certeza de que assim que tiverem a resposta e se for positiva você será contato imediatamente. Não esperem respostas de vagas para as quais vocês veem que foram mandados 400 CVs.


Façam a parte de vocês. Procurar trabalho é o maior trabalho. Dediquem-se a este trabalho com qualidade total. O trabalho de buscar trabalho.


Por favor, tenham empatia com o recrutador. Ajude-o. E não deixe a sua angústia e ira diante deste momento tão avassalador que vivemos, sejam descontadas em cima de quem está oferecendo uma oportunidade de trabalho e precisa contratar, achar o profissional cirurgicamente escolhido. Se ele contratar mal, vai ser ruim para a empresa. Não existe recrutador bonzinho. Tem sim, recrutadores gentis, facilitadores, objetivos e respondem pelo resultado do trabalho que é encontrar a pessoa e contratá-la. Depois, a empresa deve cuidar do admitido. O recrutador continuará com vagas a serem preenchidas.


Nestes tempos disruptivos, os processos de recrutamento e seleção também não são mais os mesmos. Quase todo o processo é feito online, com entrevistas pelo Skype ou whatts vídeo. Preparem-se também para estas entrevistas. Organizem um espaço adequado, tenham uma postura como se fosse uma entrevista pessoal. Não posso deixar ainda de dizer que, fazendo entrevistas por Skype, vejo a candidato limpando o nariz, o marido passando com camisa aberta, despenteados.


Cuidem de vocês e de suas apresentações. Ficará mais fácil para todos.


Um grande abraço e sorte em tudo que desejarem para suas vidas.


Isabel Arias

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo